PT Famosos

Humorista


Há 2 meses no Facebook

Reparo que, mesmo com o passar do tempo, ainda não deixei de tratar os meus amigos por vaca. Frequentemente passa-se isto: “Como é que vaca” ou “Então vaquinha, estás bem?”. Não sei como surgiu este cumprimento entre pessoas que se gostam. Julgo, pelo menos no meu caso, estar relacionado com uma certa ideia de amizade em que acredito. Chamar assim a alguém revela sempre um certo ciúme em relação ao tempo que determinado amigo passou com outros e não connosco. Eu sou um amigo traidor, estou com vários sem regularidade certa, por isso devolvem-me sempre com uma doce crispação de quem não vai deixar de me amar: “Vaca? Tu é que és uma grande vaca”, como quem diz tu é que andas com outros ou fazer actividades sem mim. É precisamente isso que me diverte. Ser vaca e acusar outras vacas .É este o jogo: ver quem é mais vaca. No fundo, somos todos. Mas depois há as sonsas, os declarados (polémicos) e os que não são, coitados, muito por não terem sítios onde pastar ( os maçadores).
Mas acreditem que é um luxo ser chamado de vaca. Amei todas as pessoas a quem chamei de vaca e continuarei a amar.
Permitam-me terminar com uma questão pertinente: um vegan também deixa de tratar os amigos por vaca? Acho triste. Mas estou aberto a outros animais.


Ver mais