PT Famosos

Humorista


Há 1 semana no Facebook

Ó donut armazenador de músicas, como foste vaiado pelo tempo! És agora abandonado numa calçada como se já não fosses importante para ninguém.
És uma antiga promessa de futuro guardada num quadrado de passado.
O teu estilo “quero, posso e mando” pegou quando ninguém te fazia frente, agigantou-se quando passou a ser obrigatório fazer carros com leitores de CD´s.
Eras demasiado confiante. Pensaste que eras eterno como agora julga ser o filho do Presidente da Guiné equatorial. Sabemos por ti que vai acabar mal. Provavelmente como uma morte abrupta. Da vida à morte é um tirinho.
Tinhas o monopólio, nunca foste discreto e reluzias como ouro.
Foste odiado quando te riscavas e amado quando deste felicidade. Agora que ninguém te agradece recordo-te pelo bem que fizeste. É assim com todas as mortes.
O CD até era porreiro.


Ver mais